ACIC diz que Havan representa problema sério para empresariado local

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Canela (ACIC), Alexandre Presi, afirmou que a entidade sempre vai ser contra a instalação da Rede Havan, por ser um problema sério para o empresariado local.

Segundo ele, a instalação da rede em Canela representa a perda de toda a característica da cidade. “Nossa característica é de cidade interiorana e de pequenos empresários. Cada cidade tem que ter seu posicionamento. Acredito que Gramado também não vai aceitar. Não adianta falarmos em eco-cidade se aceitarmos tudo que vem de grandes centros”, frisou Alexandre.

Segundo informações, a Rede Havan tem um plano B, caso não consiga se instalar em Canela, que é a de procurar uma área em Igrejinha, próximo ao posto Ales Blau. Isso poderia atrair os canelenses e gramadenses da mesma forma, que desceriam para fazer compras no local.

“Tres Coroas ou Igrejinha não possuem a mesma visão que a nossa. Não acredito que o canelense vai descer para comprar lá. É um comércio diferente. Não acho que a Havan trará o desenvolvimento que queremos para a Canela”, pontuou Alexandre Presi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *