Após denúncias de desvio de merenda, prefeito Fedoca decreta intervenção na Escola Gentil Bonato

A Prefeitura de Gramado, através da Secretaria da Educação, após tomar conhecimento de suposto desvio, envolvendo merenda escolar, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Gentil Bonato, conforme denúncias do ano de 2016, imediatamente levou o caso aos órgãos competentes para a devida apuração dos fatos.

Além da abertura de sindicância administrativa, o caso está sendo apurado pela polícia civil. O delegado de Gramado, Gustavo Barcellos, não quis falar sobre o assunto. Ele disse que ao final do inquérito se pronunciará.

No entanto, a forma com que alguns veículos de comunicação abordaram o fato, bem como o debate gerado em redes sociais, causou descontentamento e desconforto em pais, professores, alunos e funcionários da escola.

Mediante a situação, em 18 de Setembro, através de solicitação da Secretaria da Educação, o prefeito Fedoca Bertolucci (PDT) decretou intervenção administrativa de 30 dias na Escola Gentil Bonato, podendo ser renovada.

A ação não visa alterar o quadro funcional do educandário, ou seja, nenhum servidor será afastado. O objetivo é garantir a segurança, integridade e atendimento das necessidades do corpo docente e discente da escola.

Os membros da comissão serão: Marina Basei (representante do Conselho Municipal de Educação), Felipe Catani (representante da Secretaria da Fazenda), Carine Feier (representante do Controle Interno da Prefeitura de Gramado), Gelson Oliveira (representante da Secretaria Municipal da Educação).

A partir desta quinta-feira, 21 de Setembro, a representante do Conselho Municipal de Educação, Marina Basei encontra-se em turno integral na escola. A conselheira permanecerá diariamente até a realização da próxima eleição de diretores, em novembro deste ano.

Fará parte da intervenção acompanhamento semanal, acompanhada dos profissionais que trabalham na cozinha da escola, uma nutricionista ocupante de cargo efetivo no município.

O processo de intervenção na EMEF Gentil Bonato será supervisionado pela Secretaria da Educação juntamente com o Conselho Municipal de Educação. Superada a situação que originou esta medida, a Comissão Interventora deverá apresentar a respectiva prestação de contas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *