Audiência Pública aborda consolidação de Gramado como capital do Chocolate Artesanal

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados realizou hoje, 10 de agosto, na Câmara Municipal de Gramado, Audiência Pública, para debater o projeto que confere ao Município de Gramado, no Estado do Rio Grande do Sul, o título de Capital Nacional do Chocolate Artesanal. O projeto de lei Nº 9.949 de 2018 é de autoria é do deputado federal, Jerônimo Goergen.

Na oportunidade, a relatora da Comissão, deputada federal Maria do Rosário, destacou que a proposta visa torna patrimônio de Gramado esta marca que não poderá ser concedida a outra cidade no Brasil. Ainda afirmou que o intuito da Audiência é a elaboração de um relatório que confirme a veracidade desta proposta, que em sua opinião é justa e adequada, pois Gramado tem o chocolate como identidade.

O vereador Luia Barbacovi salientou que o projeto busca consolidar o que já é o dia-a-dia da cidade e das empresas chocolateiras, e o vereador Professor Daniel enfatizou que a consolidação irá qualificar, trazer mais valor a marca e que fará justiça com o chocolate de Gramado, além de gerar ainda mais emprego.

Altanisio Ferreira, presidente da ACHOCO, salientou que são mais de 40 fábricas na cidade, que cada uma faz a sua parte e que todos são parte integrante da história do Chocolate Artesanal de Gramado. Ele também fez um relato de como é feito o chocolate gramadense, que mescla a questão industrial no momento da produção da matéria prima, mas que mantem o artesanal nos processos que seguem isso, onde há a transformação da matéria prima em chocolate. Ele enfatizou também os processos de embalagem e confecção de produtos diferenciados com receitas próprias de cada empresa.

Em seguida diversos outros empresários do ramo chocolateiro de Gramado fizeram relatos sobre a história do chocolate, de suas empresas, e de como ele tornou-se marca da cidade para o mundo.

Maria do Rosário fará o relatório na próxima semana. O mesmo será votado na Comissão de Cultura e posteriormente segue para as demais. Não há data para votação em Plenário.

A concessão do título de Capital do Chocolate Artesanal será um reconhecimento e uma justa homenagem não só à nossa comunidade, mas também a todos aqueles que acreditam na tradição e reconhecimento da região serrana gaúcha como produtora dessa iguaria disseminada nacional e internacionalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *