Cartório Eleitoral confirma que eleitora registrou ocorrência de que teve voto declarado inválido ao votar em Bolsonaro para presidente

O Cartório Eleitoral de Canela confirmou que uma eleitora, que votou na Escola Ramos Pacheco, em Gramado, na seção 82, disse que ao digitar 17, para votar para presidente, apareceu a foto do Bolsonaro e logo após “Voto Inválido”. Segundo a eleitora, para votar nos demais candidatos para deputado, senador e governador, o voto foi registrado normalmente.

O chefe do cartório eleitoral de Canela, Jerônimo Fagundes, informou que o fato está sendo apurado para verificar o que realmente aconteceu. Segundo ele, não houve registro de troca de urna eletrônica em nenhuma seção de Gramado e Canela. “Tivemos apenas pequenos problemas, como papel que emperrou na impressora, mas nada grave. Na Várzea Grande houve registro de boca de urna”, frisou Jerônimo.

Veja o registro da reclamação da eleitora:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *