Discurso de Pedro Simon deixa petistas irritados em convenção do PMDB de Gramado

Fontes do blog passaram informação de que durante a convenção do PMDB de Gramado, realizada neste domingo (31), na Câmara Municipal, os ânimos não estavam nada tranquilos entre os poucos presentes. Após pronunciamento do ex-senador, Pedro Simon (PMDB), que falou, de forma nada positiva sobre o PT e a atual conjuntura política do País, representantes municipais do Partido dos Trabalhadores se retiraram do Plenário. O PMDB e o PT estão coligados no âmbito municipal, mas sentem o calor do “fogo amigo”.

“Foi o povo na rua que obrigou as notificações que estão acontecendo no país”, disse Simon. O ex-senador também se referiu ao PT aqui no Estado, “O PT passou, aumentou o salário de todo mundo, e não deixou como pagar”, afirmou.

A convenção dos peemedebistas foi marcada por pouca presença de militantes. Na ocasião, nove partidos confirmaram a dobradinha Fedoca Bertolucci (PDT) e Evandro Moschem (PMDB), que concorrem a prefeito e vice de Gramado, pela oposição. As siglas que fazem parte da chapa são: PMDB, PDT, PCdoB, PEN, PHS, PPS, PSDC, PROS e PT.

O encontro também contou com a presença do deputado estadual peemedebista,Tiago Simon, que lembrou o trabalho dos ex-prefeitos Walter Bertolucci e Nelson Dinnebier em favor de Gramado. Na proporcional, os partidos PMDB e PEN estarão coligados com 18 nomes. PDT, PT, PROS, PHS, PCdo B e PPS formarão outra coligação com 18 nomes. Assim, a Oposição terá 36 candidatos a vereador nas Eleições 2016.

O presidente do PMDB, João Teixeira, lançou um desafio aos presentes. “Cada um precisa fazer a sua parte. Envolver a sua família e os seus grupos de afinidades. É preciso colocar o grupo na rua”, disse.

Em seu discurso, Fedoca disse que o projeto que a oposição apresenta é fruto de um trabalho ético, que se desenvolveu ao longo de um período. “Não houve e não haverá nenhuma subtração ética, nenhum arranjo que possa violar os princípios que nos tornaram candidatos: o respeito a coisa pública, a vontade de servir, o desejo de compartilhar com todos os destinos da nossa cidade. Eu quero que o Gramadense tenha consciência e não troque o seu voto por qualquer coisa”, salientou o pedetista.

Foto: Várzea Notícias
Fotos: Jornal Várzea Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *