Partidos precisam de no minimo 2.800 votos para eleger o primeiro vereador

Na próxima terça-feira está autorizada a campanha eleitoral. O 88 candidatos a vereador disputarão o voto dos cerca de 30 mil eleitores de Gramado. Segundo analistas políticos, os partidos contabilizam, aproximadamente, uma média de 26 mil votos válidos.

Para eleger o primeiro vereador de uma coligação, deve-se levar em consideração o quociente eleitoral, que funciona da seguinte forma: Divide-se o número de votos válidos pelo número de vagas na Câmara Municipal, que em Gramado são nove. Dessa forma, 26 mil votos válidos dividido por nove vagas dará um valor aproximado de 2.800 votos para se eleger o primeiro vereador de uma coligação.

No pleito gramadense, teremos três coligações na chapa de situação: PP e PR, PRB e PSDB, e PTB, PSC, REDE, PSB e DEM. Na oposição são duas coligações proporcionais: PMDB e PEN, e PDT, PCdoB, PROS, PSDC, PT e PV.

De acordo com os analistas políticos, que levaram em consideração a composição dos partidos e dos nomes de cada coligação, a chapa PP-PR deverá eleger cinco vereadores. A união PSDB-PRB deve eleger de dois a três nomes, e a coligação PMDB-PEN pode eleger de um a dois vereadores.

E você eleitor? Concorda com essa análise? É bom lembrar que na eleição proporcional é possível votar tanto diretamente no candidato, quanto no partido ou coligação, diferentemente da eleição majoritária, onde só é permitido votar no candidato.

A eleição para vereador é definida através do sistema proporcional, onde primeiramente são calculados os partidos e coligações que obtiveram mais votos, e só a partir daí as vagas disponíveis no município são distribuídas entre os candidatos mais votados de cada partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *