Polícia de Gramado traz para o sistema prisional gaúcho, preso em São Paulo envolvido na morte de Titioritio

Na madrugada desta terça-feira (14), foi recolhido ao sistema prisional Gaúcho, o quinto criminoso preso na operação Narcos II, suspeito de envolvimento no assassinato de Dilson João Machado, mais conhecido como “Titioritio”, ocorrido recentemente em Gramado.

O suspeito havia sido preso na quinta-feira passada, em São José do Rio Preto/SP, pela Polícia Civil da cidade, após troca de informações com Agentes da DP Gramado.

Policiais de Gramado, DPRI Gramado e Três Coroas foram responsáveis por buscar o preso na cidade Paulista. O homem é suspeito de envolvimento em execução relacionada ao tráfico de drogas, vinculado à facção criminosa que tenta se impor na cidade, controlando a venda de drogas.

A vítima do crime tinha antecedentes por tráfico e vinha sendo investigada por ligação com o crime quando foi executada.

A mãe do preso trazido de São Paulo segue recolhida junto ao sistema prisional paulista, também em decorrência da investigação do homicídio ocorrido em Gramado.

Segundo o delegado Gustavo Barcellos, titular da DP de Gramado, por conta de logística, ainda não foi possível buscá-la, o que deverá ocorrer em breve.

“As prisões no território paulista foram possíveis a partir do uso de ferramentas de investigação qualificada, bem como da troca de informações com Agentes da Polícia Civil paulista. Destaca-se o sucesso da operação, com a prisão de criminosos em São Paulo. Os cinco presos na operação estão recolhidos por força de mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça local. A viagem foi custeada pelo MOCOVI”, disse o delegado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *