Projeto “Korvatunturi nas Escolas” promove corrente de solidariedade

Transformar o lema “Praticar o bem é ser muito mais feliz!” em realidade é um dos objetivos do projeto “Korvatunturi nas Escolas”, implementado pela produção do espetáculo em escolas de Gramado e Canela.

Na última semana, os coordenadores da ação puderam comprovar que a iniciativa está dando certo, quando receberam alunos do Colégio Cenec de Canela, uma das escolas a receber o projeto ainda em formato experimental, no Teatro Korvatunturi para acompanhar a apresentação das boas ações realizadas pelos alunos no último mês.

A proposta do “Korvatunturi nas Escolas” é levar os ensinamentos de amor, amizade, bondade, fé e esperança do espetáculo para dentro das escolas, desafiando os alunos a realizarem boas ações.

A coordenadora da iniciativa, Iara Peccin, assistiu às apresentações desta terça e ficou emocionada em ver que o objetivo do projeto está sendo alcançado: “foi emocionante ver os pequenos tão cientes de que eles, independente da idade, tem a força de mudar o mundo, respeitando e ajudando os outros, sejam animais, crianças, adultos ou idosos, sempre”.

Turmas do jardim de infância até o 5º ano do Cnec apresentaram as diferentes formas que buscaram “praticar o bem”. Os pequenos do jardim de infância trabalharam o conceito de cidadania desenhando imagens que simbolizassem felicidade e que foram entregues à Prefeitura de Gramado.

Os alunos do 1º ano doaram brinquedos a uma escola municipal que agora irá montar uma brinquedoteca. Já a turma do 2º ano decidiu arrecadar ração para doar à ONG “Amigo Bicho”, que trabalha com cachorros abandonados.

Depois de visitar o Zoo, o 3º ano optou por apoiar o projeto que arrecada tampinhas de garrafas, de leite e lacre de latinhas para ajudar o Hospital de Gramado a comprar remédio e cadeiras de rodas. E as turmas do 4º e 5º visitaram o Oasis Santa Angela para dedicar parte de seu tempo e atenção aos idosos.

Como forma de reconhecimento, cada participante recebeu um certificado como Membro Honorário do Mundo de Korvatunturi por sua contribuição “em acreditar que com bondade no coração pode transformar o mundo inteiro ao tocar com sua mão”, conforme celebra o trecho da música-tema do espetáculo.

Para a Coordenadora Pedagógica Geral do Colégio Cnec, Adriana Maurina Chaplin Savedra de Araújo, o projeto ajudou a consolidar iniciativas sociais já incentivadas pela instituição.

“Para nós foi muito gratificante. A gente começa a ter outro sentido para a vida. Mesmo já trabalhando esse aspecto na escola, o projeto ajudou a ampliar nosso pensamento. Conseguimos perceber quão bons e generosos são os nossos alunos”, avaliou. Algumas das ações propostas e realizadas pelos alunos serão mantidas, firmando parcerias a longo prazo com as instituições. Cerca de 420 alunos participaram da iniciativa.

O projeto social do espetáculo “Korvatunturi” também está sendo realizado na rede Marista e com crianças do projeto Sapeca da Prefeitura Municipal de Gramado, que também terão sua oportunidade de apresentar as ações realizadas à equipe do espetáculo. Para 2018, a ideia é que o “Korvatunturi nas Escolas” seja implementado em outras instituições de ensino parceiras de Gramado e região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *